Publicada em 29/05/2014

Mais de 30 milhões de contas no Facebook bloqueadas na Tailândia

Mais de 30 milhões de contas no Facebook bloqueadas na Tailândia

Mais de 30 milhões de contas no Facebook foram bloqueadas esta quarta-feira na Tailândia, cerca de uma semana depois do golpe de Estado militar no país e de terem sido censurados os meios de comunicação nacionais.

Os primeiros problemas começaram a ser detectados pelos utilizadores quando tentaram ligar-se à rede social a partir das 15h locais (9h em Lisboa), segundo avançou o jornal Bangkok Post.

Os bloqueios ao Facebook seguem-se a outras medidas semelhantes tomadas pela junta militar contra 219 sites, alegando que estes são uma “ameaça à segurança nacional”.

Os militares avisaram, entretanto, que vai ser pedido às redes sociais, como o Facebook e o Twitter, e a aplicações que permitam mensagens e conversaçõesonline, a sua colaboração para eliminar as contas de utilizadores que publiquem conteúdos considerados ilegais, avançou o site Prachatai.

Esta é mais uma das consequências do plano desenhado pelo Ministério da Informação e Tecnologia de Comunicação para que a vigilância da Internet se torne mais eficiente no país.

Na última quinta-feira, os militares tailandeses tomaram o poder através de um golpe de Estado liderado pelo chefe do Exército, o general Prayuth Chan-ocha. Suspenderam a Constituição, instauraram o recolher obrigatório e proibiram ajuntamentos com mais de cinco pessoas. O golpe aconteceu após mais de seis meses de crise política protagonizada pelo governo interino, o partido no poder e a oposição e as consecutivas manifestações populares contra o Governo.

Desde 1932, quando o país se tornou uma monarquia constitucional, através de um golpe militar, as Forças Armadas tomaram 12 vezes o poder e noutras sete tentaram, sem sucesso

Pesquisar

Notícias Eventos Fotos Empresas

Um produto TDH Websites. Desenvolvido por Agência Fly